Brasília
17°C    26°C

Brasília, 29 de abril de 2017


notícias
parceiros
links úteis
eventos
especiais
entrevistas
E&M TV
07/04/2013 21h41
O combate à tuberculose em Londrina
Cidade ultrapassa média estadual de combate á doença
A Secretaria Municipal da Saúde recebeu uma placa de agradecimento pelo trabalho realizado no combate à tuberculose. Londrina conseguiu atingir 85% de taxa de cura, enquanto a média do Estado ficou com o percentual de 77%, e atingiu 5% de taxa de abandono, que é o recomendado pela Organização Mundial da Saúde. A solenidade foi na Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) e premiou apenas seis profissionais em todo o Estado. A enfermeira da Secretaria de Saúde e responsável pelo Programa de Combate à Tuberculose em Londrina, Regina Cortez, foi uma delas. 

Regina Cortez ressaltou que a conquista não é dela, e sim da equipe. “Esta premiação é resultado de todo empenho e mudanças do processo de trabalho da equipe, de parcerias entre outras secretarias, para estabelecer um cenário de política pública no município, e este esforço está sendo reconhecido, porém, mais que isto, estamos atuando e trabalhando no combate a esta doença. Se não fosse por isso, a meta não teria sido atingida. Este prêmio deve servir de estímulo para todos, para que continuem se empenhando neste trabalho que está sendo realizado.”

A enfermeira ainda comemorou a constante melhora nos índices da cidade. “De acordo com os indicadores que avaliam, estamos melhorando sempre no cenário estadual e nacional. Curamos mais e reduzimos o abandono. Hoje somos referência para toda macrorregião em tratamento terciário de tuberculose. Recebemos pacientes de mais de cem municípios. O importante é continuar sempre melhorando.”

Regina lembrou que Todas as UBS estão capacitadas para o atendimento de pacientes que queiram fazer os exames e o tratamento. “Nossa meta é sempre a busca pela detecção da doença. E nos casos mais complexos, pacientes com Aids e tuberculose, tuberculose extra pulmonar e multiresistentes, o Centro de Referência Doutor Bruno Piancastelli Filho, realiza um acompanhamento especializado, já que são casos que merecem maior atenção.”
comentários

Seu nome * Seu e-mail *
Comentário Limite de caracter 700
* Campos obrigatórios
noticias